Sintomas

bmsA ardência bucal

A ardência bucal é uma patologia caracterizada pela dor crônica de língua e regiões de boca. Ela atinge 15% das pessoas idosas e de meia idade. O paciente relata queimação no terço posterior de língua, palato duro e lábio superior. O problema é que a intensidade da dor raramente é associada a sinais clínicos. A causa da síndrome da ardência bucal foi, durante muitos anos, associada a questões psicológicas mas hoje sabe se que ela pode resultar de vários fatores locais como infecções orais (alterações na microflora e presença de candida albicans), xerostomias (boca seca), deficiências nutricionais, alterações hormonais, uso de medicamentos, e até doenças como o diabettes melittus. Também contam a utilização de próteses mal adaptadas, alergias a componentes das prótese como os monômeros.

Após o correto diagnóstico, e início do tratamento específico a cada paciente é importante esclarecer que esse tratamento de ardência bucal é longo e nem sempre 100% satisfatório. As vezes os sintomas não desaparecem por completo mas podem ser amenizados (Tourne e Fricton, 1992, Zakrzewska 1995). Contudo, segundo Kignel e Sugaya (2006) é preciso que o paciente seja informado de que se conhece a realidade de sua queixa, que esta não é imaginária, que o tratamento é longo e sujeito a modificações de estratégia e, apesar do desconforto, não se trata de doença maligna.